sexta-feira, 28 de novembro de 2008

Chocolate.

Tá. tem um guri serelepe sentado do meu lado me induzindo a escrever coisinhas no meu blog.
Certo...que tipo de coisinhas?
Não sei. vou perguntar.
Mah: Bruno, o que você quer tanto que eu escreva? o.o
Bruno says: Poderiamo escrever sobre o quão bonito é o gorjear dos pássaros ou o nascer do Sol, porém iremos falar da importância econômica associada às dançarinas tailandesas.
Mah: Ahn...eu gosto de chocolate man! :/...você não me deu nenhum pedacinho pequeno e insignificante, que óbviamente não prejudicaria sua vida ou realização profissional.
Bruno: O egoísmo é uma estratégia adaptativa! :F
Mah: mas você já é um rapaz muito adaptado! -.-
Ah...deixa pra lá...vamos escrever um poeminha juntos. Eu começo.

A vida nos presenteia em diversas situações, seja com uma caixinha de bis, ou um amigo serelepe.
A vida pode transformar a simpicididade em poesia, seja por um leve pisar de meia na grama ou um saco de piadas ambulante.
A vida pode nos presentear com um..."MÃAAE VÔ NO PAGODE!!!"...Ahn...perdi a linha de raciocínio.
Mas ela também pode nos trazer um..."CAAARA, QUEM É AQUELA GOSTOSA NO SEU ORKUT?"..OPS, acho que perdi a linha denovo. -.-...(Conversas em sala de aula perto de mim fazem isso).
Naqueles breves momentos de pescaria em sala de aula "aperta os bagos dele"
Ou em momentos de desvairo onde meias pretas e chinelo havaiana se torna uma nova febre mundial (muito hot).
Tá.

tchaupravocÊ! (o bruno não sabe brincar! e não, você não vai entender isso).
:*

ps: post dedicado ao meu mais novo amigo serelepe Bruno.
Mesmo você sendo um rapaz que me recrimina e fala mal dos meus bagos...Eu gosto um tantão de você! :)

domingo, 2 de novembro de 2008

O Meio Ambiente.

Tanto se fala atualmente na questão ambiental. Mas o que seria esse tal Meio Ambiente e todo esse "rebuliço" no qual ele está envolto nos últimos tempos?
É fato que meio ambiente é muito mais do que plantinhas e florezinhas. Não é um campão verde com um lago de água corrente e animaizinhos felizes em torno do mesmo. Meio Ambiente é a tua casa, teu trabalho, tua cidade, um potinho com partículas de poeira, Enfim, é preciso uma visão olística disso nos dias atuais.
Fala-se muito e faz-se pouco. Isto é outro fato.
Após a revolução Industrial temos um quadro de aumento na liberação de gases que aos poucos foi se tornando exponencial, e como vemos, catastrófico. Mas pelo visto isso não toca nenhum pouco o nosso "homem moderno". Este quer "extravasar", usufruir desenfreadamente de seus recursos materiais e minerais sem pensar no amanhã e na questão de se desenvolver sustentávelmente, o que é uma pena e tanto.
A questão, é que todas estas catástrofes ainda podem ser contidas se tiverem devida atenção, ao começar por grandes empresas e multinacionais que só têm a ganhar se investirem na "Educação Ambiental" ou projetos para a preservação ou reutilização do mesmo e seus recursos. Maaaas a acomodação que não sai de moda fala mais alto, e pagar algumas multas por infringir leis ambientais recentes se torna mais cômodo.
O fato é que estamos destruindo nossa Terra, aquela mesma Terra que nos acolheu e nos fez crescer para poder destruí-la, mostrando o quão sem caráter somos. Aquela mesma Terra que vai cobrir nossos corpos com grande maternidade e resignação quando este não tiver mais serventia. Estamos depredando, estuprando, destruindo, arrazando nossa mãe Terra, e o único preço que vamos pagar por isso será a morte de nossos sucessores, ou se preferirmos, de nós mesmos.