sexta-feira, 10 de abril de 2009

Flying.

Hoje mais segura, quem sabe mais sã.
Posso organizar minhas idéias com mais calma e quem sabe transferir para você caro leitor (digo amigo?) a minha real intenção, mesmo sabendo que a interpretação é uma coisa individual.
Mas enfim. Hoje eu vi o quanto tudo aquilo que eu julguei adormecido em mim continua vivo!
Estava apenas latente esperando para eclodir.
Nós NUNCA (eu disse nunca!) perdemos o dom de fazer amigos e cultivá-los, ou cativá-los para (quem sabe) sempre.
Tente observar!Você vai ter sempre alguém para contar, alguém para amar... alguém ou alguma coisa que te inspire confiança e te faça acreditar que tudo valha ou valerá à pena!
Nenhum sofrimento é eterno, e lembre-se de que sem este tal sofrimento, a evolução seria um despropósito. Então...se você sofre ou já sofreu... tente ver o lado bom da coisa! Por menor que este seja, pelo menos ele existirá e se não for para você, será um lado bom para alguém.
Amar é uma certeza em nossa vida, assim como o sofrimento. Sem sofrimento não há amor verdadeiro, não há crescimento ou vitória, nem mesmo aprendizado.
Amar não é possuir. Amar é sentir algo (bom) e se regozijar com a felicidade alheia, não o amor egoísta que quer a felicidade própria.
Só aprendemos a viver, quando aprendemos a amar. E para amar, precisamos viver.

0 comentários: