segunda-feira, 17 de agosto de 2009

Something inside.

"It’s the first thing you see as you open your eyes
The last thing you say as your saying goodbye
Something inside you is crying and driving you on
'Cause if you hadn't found me
I would have found you
I would have found you"

E agora, algo mais leve te guia pra frente.
te guia, dizendo que de alguma forma, tudo vai ficar bem.
Independente do que digam: "Desista!" ou, "Prossiga"... Você só sabe que tudo vai ficar bem.
E mesmo que não seja tudo, algo bom restará para encobrir as coisas ruins (como conversas de madrugada induzidas por baixo teor alcoólico a fim de que você possa abrir seu coração, sua vida, e falar de seus hormônios para alguém.)
Eu poderia surtar agora, de felicidade ou de inquietação. Mas não dá.
Depois de tanta inquietação, minha mente está calma, clara e forte como nunca esteve antes, e ela só pede que eu a alimente cada vez mais com meus desejos e sonhos. E, sendo eles concretizáveis ou não, eles são meus. E ninguém os tira de mim, não agora.

0 comentários: