segunda-feira, 21 de setembro de 2009

Somos todos assassinos.

Dia após dia, semana após semana cometemos pequenos e grandes assassinatos.
Li ago semelhante nas palavras de Luís Fernando Emediato e não pude discordar. Me arrisquei, em até, complementar, dizendo...divagando que não somos apenas assassinos, mas somos também os políticos corruptos, somos a testemunha que omite a verdade, somos o descaso, somos a cara daquilo que tanto criticamos, somos o nosso mundo.
Onde já se viu criticarmos tanto uma situação, um país no qual somos dele maioria?
A maioria critica, a maioria vence.
Neste caso, digo, a maioria perde!
Somos todos perdedores! Perdedores da razão, do bom senso e da ação.
Todos os dias perdemos a chance de agir diferente, de fazer algo por alguém...Ou simplesmente por nós mesmos, ou até mesmo...Pela sensação de estar "mudando o mundo" com uma mudança individual e quase imperceptível (eu disse quase).
Todas as semanas perdemos um pouco mais da nossa sensibilidade, emersos no conformismo coletivo... A tendência é que, como somos muito solidários, nos conformemos também.

Tenho meu direito de ficar calada, e tudo o que eu disser será usado contra mim no tribunal.

1 comentários:

Felipe Santos disse...

"Todas as semanas perdemos um pouco mais da nossa sensibilidade, emersos no conformismo coletivo"

Sad But True.

Reclamamos demais, mas ficamos sempre estáticos na mesmice , e não tomamos atitude alguma.


BELO TEXTO LINDA
Te amo demais .
Kisses And Hugs