quarta-feira, 30 de setembro de 2009

This Ain't a Love Song

Talvez eu vá pro inferno... Se ele existisse.
Mas, se o inferno existe...Na minha cabeça, não há como fugir.
Talvez eu deva parar de correr ao encontro da minha própria ruína, e impedir que lágrimas caiam dessa vez.
Talvez o controle me leve ao descontrole, as palavras venham a me trair, a escrita venha a me condenar e as brincadeiras me enterrem.
Talvez eu simplesmente não me importe.
Talvez eu simplesmente não queira dar minha alma a fim de que, no impacto, ela não sinta nada.
Na verdade eu quero é marcá-la, para que ela não esqueça que não se persiste no erro. Eu quero calejá-la, para que , da próxima vez, EU não sinta nada.
Talvez eu já nem sinta mais... O Fogo queimar.
Talvez eu só queira brincar... De sonhar(?)

Como é bom mentir em cima de verdades;
Meias verdades;
Quase-verdades;
Inteiras verdades, um dia.


Seja o que for, que apenas seja.

2 comentários:

Felipe Santos disse...

Isso sim é feelinG.
|Tuas palavras, refletidas em teus sentimentos, há algo de mais verdadeiro ???


KISSES AND HUGS!

TE AMO QUERIDA!

Leon disse...

Some things never change...
Mesmo que isso só faça sentido pra mim e pra você.