domingo, 6 de dezembro de 2009

Every breath you take.

Essa é uma história de uma garota.
Uma garota que sempre foi muito forte.
Muito auto-suficiente.
Sempre achou que tivesse vivenciado de tudo um pouquinho, sempre achou que seria fácil se desfazer de coisas e encarar outras com raça e tranquilidade.
Pra ela, o amor nunca foi uma coisa de "parar o tempo". Nunca foi de aturar ninguém mandando, e homem algum jamais chegaria a merecê-la por completa. Eram todos falhos demais.
Homem nenhum também merecia a confiança dela. Ela tinha medo de se decepcionar.
Medo de que as pessoas mudassem do dia pra noite. Tinha medo que juras pudessem a prender, porém não prender aquele que jurou.
E assim ela foi vivendo...
Um pé na frente, outro atrás.
Um belo dia ela encontrou um rapaz. Um amigo. "Poxa vida, ele sim é um cara interessante."
Passam dias, passam fatos, passam meses.
Passa o medo, enfim.
Ela descobriu que jamais amara na vida com a intensidade que amava agora, e que amaria pro resto de sua vida. Perante aquilo ela sequer sabia se realmente já havia amado.
Ela descobriu que era preciso deixar o medo de lado, se entregar totalmente pra que algo valha a pena...para alguém que valha a pena e que ela jamais chegará aos pés.
Ela descobriu que o simples amar e confiar pode fazer durar.

Esqueci-me então de tudo e mergulhei nesse mundo de amor.
Ah, obrigada por me ensinar a não ter medo de amar.

0 comentários: