segunda-feira, 15 de fevereiro de 2010

Stuffs


Férias são coisas simples. Simples demais, sua mãe é quem a complica (é mãe, eu sei que você um dia vai ler isso e se perguntar o por que. eahoiuehiuaehas, tá, foi só uma brincadeira pra te alarmar).
Em uma manhã-tarde muito ensolarada, passear numa missão quase-impossível com sua mãe pelo centro da cidade destinadas apenas a gastar alguns trocados se torna algo muito proveitoso...que durará um bom tempo, não de comida (haja vista que eu jaá comi o pringles :x) mas de leitura! (haja vista que eu ainda preciso terminar os mangás e os livros do querido "Sheldon"...exceto o que o Fefa me deu, que já foi muito bem lido).
Descobri que existe dentro do meu corpo, um ser um tanto quanto consumista...Porém, um tanto quanto domado que espera apenas ter um emprego e um salário para se libertar e consumir o que se pode e o que não se pode.
Sabe, esses dias eu estive pensando (uaau, que milagre cara!). Na verdade eu penso demais, eu tava quase mesmo é divagando num "entra e sai" impossível, mas tava.
Assim... Nada é constante, nada é fixo e plano na nossa vida. É só uma loucura da física acreditar que sim! A verdade é que todos vivemos numa montanha-russa de atos e sentimentos diretamente proporcionais ao nosso humor (ou amor). Pode ser inversamente proporcional também, depende mesmo é de quem estamos falando... O negócio é viver constantemente a sua tal montanha-russa. Aperte bem os cintos, pra não cair. Não aperte demais, pra não machucar.
Falando sério (ou não), é tudo muito complexo, chato...na verdade é um porre não saber como terminar esse post. Mais chato ainda é lembrar que eu tinha uma idéia muito foda pra ele...e eu não consegui concluir.
Ah, vou é durmi que os olhos já tão ficando grandes...

1 comentários:

Rogerio Martins disse...

Mas quem é sheldon?? oO
Pelos titulos dos tres livros de baixo me parece que é livros de romance...
Bacon *-*