terça-feira, 30 de março de 2010

Pensar e pensar

"Quero sonhaaar, quero sonhaaar..E os gases soltar."
Tá, a parte dos gases eu prefiro manter em sigilo, afinal de contas nem todo mundo precisa saber que eu também produzo gases.
Ouvi essa frase num desenho, acho. E especialmente no dia de hoje ela não sai da minha cabeça.
Deve ser a flatulência.

Hoje eu me peguei pelo avesso. E com medo (como não podia deixar de ser).
Medo da escolha grandiosa que tomei.
Afinal de contas...muitos não vêem sentido em uma pessoa que sempre se deu mal com a matemática optar por cursar engenharia.
Tá aí! Eu tô com medo.
E se meus problemas não forem embora?
E se eu for um caso perdido na bendita matemática e eu Bombar em Cálculo I, logo de cara quando as coisas esquentarem?
Pra começo de conversa eu preciso passar. Mas e se, depois de tanto esforço... Os números não funcionarem?
Confesso que se não for isso, eu não sei o que diabos eu farei.
Não é que eu não goste da matemaática. Ela só é um desafio pra mim que já vem se arrastando a um bocado de tempo. Tempo o suficiente pra eu questionar se é de fato um desafio a ser vencido, ou uma barreira a ser respeitada.
Ah céus. Vá embora medo. Minhas construções e projetos hão de me aguardar.
(yn).

3 comentários:

Rogerio Martins disse...

Se num der certo vc pode tentar outra coisa mais tarde. E pode tbm se espelhar no "só sei que nada sei" do Sòcrates e fazer da deficiencia uma virtude. ;D

Mas no final qualquer escolha é a escolha certa!

Rogerio Martins disse...

Se num der certo vc pode tentar outra coisa mais tarde. E pode tbm se espelhar no "só sei que nada sei" do Sòcrates e fazer da deficiencia uma virtude. ;D

Mas no final qualquer escolha é a escolha certa!

Ever disse...

A matemática não é tão ruim assim e de qualquer forma esquece os "se". Viva uma etapa de cada vez!