sexta-feira, 23 de abril de 2010

A little curious

Olá querido diário.
Hoje acordei com um quê de felicidade, um quê de que coisas surpreendentes não precisam acontecer para fazer meu coração bater mais forte, ou simplesmente brotar um sorriso nos meus lábios.
Senti ânimo ao passar a roupa. Senti satisfação em "ajeitar" a casa e fazer o almoço, tudo dentro do horário planejado.
Senti uma alegria maternal (por incrível que pareça) ao coçar as orelhas da minha cachorrinha e depois fazer festa na barriguinha dela.
Me senti progredindo ao acertar vários exercícios da apostila e encarar melhor o mundo dos números não como um bicho de sete cabeças. Mas de doze. Doze cabeças mais dóceis, é cláro.
Me diverti ao fazer aquele trajeto e sentir meu rosto corar.
-"Oi Fer!"


Ps: Quem será o assassino da academia brasileira de letras?
não contem.

1 comentários:

Rogerio Martins disse...

ta ficando boa na faxina...
PaçAokPaçOKAÇAlA

não me bata =(