segunda-feira, 26 de abril de 2010

Não perca seu tempo...

Mentindo.
Os dias passam rápido demais. A vida (essa vida) acaba rápido demais.
E isso eu garanto, não é nenhuma mentira.


Ela gosta do olhar,
gosta da atenção.
Ela gosta de tudo aquilo que ele possa a proporcionar,
e até mesmo, aquilo que ela não imagina que ele o possa.
Ela não sabe se pode, mas ela gosta.
Ela pode nunca ter razão, mas ela vai argumentar, divagar e falar até te fazer admitir que há uma nova vertente para algo.
Ela pode cair aos pedaços, e vai, mas com toda a tua irreverência e individualidade (diga-se personalidade) ela não vai esconder... Mas também não vai morrer. Talvez ela só vá se fortalecer.
Ela pode sonhar. E sonha. E espera, e quer...e realiza.
Ela pode rir também... pode escandalizar como sempre fez, talvez para esconder algo, ou talvez por simplesmente ser naturalmente “desbocada”.
Ela pode gritar aos quatro cantos do mundo seu ódio, seu amor, seu prazer e sua dor.
Mas Talvez, ela possa ser tachada de comunista por defender sua igualdade em seu mundo.
Ela pode não ter seios fartos, uma bunda grande, um corpo escultural, e um rostinho lindo pseudo-retardado de tão belo.
Mas ela prefere ter seu cérebro, sua persistência, sua perspicácia e poder se orgulhar da sua índole, sua moral.
Ela poderia mentir, poderia trair... Mas ela prefere ser natural, real e palpável, conseguindo algo por seu mérito.

Ela pode querer a ti, mas ela prefere a mim.
Apenas à mim, aqui.

0 comentários: