segunda-feira, 10 de maio de 2010

Hey ho

Hora de acordar cedo. Vestir uma cara limpa e roupa de gente. Hora de trabalhar.
Agora eu faço parte da população assalariada e proletariada.
Acordo cedo e durmo tarde.
Não sou casada, não tenho filhos como muitos de lá. Mas assim como todos, preciso do tal emprego.
Você não vê o meu rosto. Só ouve minha voz. Eu não vejo o teu rosto e fica tudo bem.

Boa sorte e perdoem a talvez ausência.
=D

1 comentários:

Rogerio Martins disse...

Foi engolida pelo "monstro sist" =(