terça-feira, 4 de maio de 2010

Lie to yourself

Olá querido diário.
Hoje acrodei bem.
Sorridente, feliz. Fui buscar a irmã na escola. Ual, fui à pé.
O sol estava escaldante. Num repente me vi rabugenta e "enfezada".
Agora me pego com medo, pensativa.
Em que ponto da minha vida estou eu?
O que estarei fazendo afinal?
O que todos estamos fazendo? Onde iremos parar?
Será que vamos parar?

Disfarço um pouco e arroto borboletas no canto da boca. Um tanto quanto Blasé.
A subjetividade nunca foi minha companheira. É, você sabe.
Chá, café, eu, erraticidade, divagar, lua, futuro.
Hole crap.

1 comentários:

Wil disse...

"Onde iremos parar?"