domingo, 30 de maio de 2010

That candle...

E no fim das contas, o que vai contar serão as ações.
Boas ou más. Serão elas.
Hoje me perguntei o que tenho feito das minhas.
Não tenho roubado, matado, desejado pouco (talvez).
E assim como não tenho feito mal, não tenho feito bem pra nada, nem pra ninguém.
Nunca me senti tão humana. Tão normal. Tão impotente.
Pode parecer bobo, mas eu não gosto dessa vida de gente grande.
Não gosto dessa vida que todos vivem e denominam "normal".
Eu não sei de onde vim, mas sei que não sou daqui.
Hoje desconfio que eu quero mais voltar a ter 7 puros anos, do que crescer desejando aquela vida bem sucedida que eu posso muito bem não ter.
Poxa, que sono.

"One more dance, just one more chance."

1 comentários:

Rogerio Martins disse...

Mais ou menos assim que me sinto...