sábado, 17 de julho de 2010

Vem esquentar,

E permitir."


Até agora eu não soube bem analisar as consequências de tudo isso.
De um lado, do outro.
Talvez, por um lado, eu tenha feito o certo. Só Deus sabe o quanto eu precisava daquilo, disso tudo.
Talvez, por outro lado, eu devesse ter voltado, ter ouvido, ter ajudado e me sentido mais útil, mais daquilo que eu já havia me esquecido.
Hoje fui egoísta e individualista.
Mas, ah céus. Como foi bom pelo menos uma vez ser deliberadamente assim, solta, real e instantânea pra mim e pra alguém.
Se tem alguma coisa pesando aqui dentro, faça o seguinte :"Passe amanhã. Hoje não!"

1 comentários:

Thábata Sanches disse...

Ajude na medida do possível e sempre o suficiente pra não prejudicar a si mesma, ou seja, aproveite os seus bons momentos e deixe que os outros reflitam sobre seus próprios problemas.