quinta-feira, 2 de setembro de 2010

To Care

Às vezes me pergunto até onde as pessoas se importam.

E tenho dito: Se importar é diferente de se meter, se intrometer.
Talvez muitas pessoas se importam, só que por diversas vezes não explicitam sua "empatia" para com determinada pessoa ou situação.
Às vezes me sinto bem.
Às vezes só bem cansada do meu "cheio do vazio".
Hoje eu estou feliz, estou bem.
Eu só quero que essa felicidade não se transforme em dor de cabeça amanhã....
E tudo está perfeitamente claro. Se alguém aqui resolver se machucar, serei apenas eu, por uma coisa que eu sozinha criei.
Sejamos francos e razoáveis... Muitas vezes nos escondemos atrás de liberdade e autosuficiência para esconder a falta que algo muito significativo nos faz.
Eu não quero apressar nada, eu não quero uma série de coisas.
Eu só quero me preocupar menos.


Vamos ver o que a saudade me diz.

0 comentários: