domingo, 6 de fevereiro de 2011

Viva o hoje,

O amanhã é incerto demais.

Não se apegue ao amanhã.
Se apegue ao momento presente, desejando um amanhã e se contentando com o ontem.
Mas não fique parado.
Não engula as meias verdades que o hoje te impõe.
Pelo menos, ao se contentar com o ontem, se contente também e conviva com o fato de ter tentado, se é que tentou, e como conseguiu realizar o fatídico "ontem".
Não se apegue também demais ao passado, senão esqueces de viver o presente do qual comecei a falar.
Na construção do agora, e do depois, o ontem foi fundamental. Mas já passou, e não se chamaria ontem se não fosse passado.
Se queres um futuro, deseja-o. Mas não viva em função disso.
Saiba que teu presente, é seu melhor momento vivido.
Será passado um dia, assim como o futuro que há de vir.

Assoprei as nuvens que incomodavam o dia de sol que eu queria ter.
Num mar de incertezas certas encontrei mais uma, também certa.
Encontrei amor. Te encontrei.
Assim como a vida, incerto.
Assim como viver, certo.

0 comentários: