sábado, 19 de março de 2011

Inspirar-se

Expirar-se.

E, ultimamente acredito que tenho me expirado demais.
É demasiado simplório eu escolher um tema, vir até aqui e destrinchar um monte de palavras provávelmente bacanas, sem estarem vindo do coração.
Se bem me lembro, tudo isso aqui foi construído com emoção.
Raiva, indignação, amor, paixão, dor, amor...Ah, o amor.
E hoje me questiono (e fui questionada) sobre a tal "inspiração".
Temo que ela tenha se perdido em meio aos meus dias corridos. Minhas palavras corridas, atos corridos...Que buscam soluções práticas e rápidas. Alívio imediato às sensações efêmeras que me causam incômodo.
Eu gostaria tanto de poder dominar a língua dos homens com total maestria, de forma que eu pudesse explicar, pelo menos para mim mesma, o que tenho sentido nesses últimos dias.
Talvez assim a confusão diminuísse, a mente espairecesse, o coração abrisse.

Boa noite.

1 comentários:

Anônimo disse...

ow.. passa seu msn ai!, se acertar quem é ganha um derf..