terça-feira, 26 de julho de 2011

Lágrimas secas

Ouvi dizeres de que quando perturbada, escrevo melhor.
Os sentimentos estão em polvorosa, à flor da pele.
Escrevo com quem busca um insulto que não existe na língua que conhecemos. Busco algo com novas letras, novo significado...Busco algo que defina essa atitude imoral que temos presenciado dia após dia.
Imoral, frio, calculista.
Uma pena não ter calculado teu declínio.
Agora não me parece tão bom em exatas assim, muito menos nas Relações Humanas...Haja vista que me parece muito pouco humano agora.
Imagino que minhas palavras nada impactarão na tua vida, nos seus dias muito bem "curtidos". Mas que me traz grande satisfação poder observar o quanto lhe falta de sentimento. Já ouviste falar de que : todo excesso prejudica?
Da mesma forma, essa procura, essa busca pelo inexistente te leva a falta de algo do qual você foge...De um trauma que você teve, ou de uma ilusão que você possui da sua vida atual.
Mas, deixe estar! É tudo muito passageiro.
E se você pensa que já sofreu alguma coisa...eu não te peço que a vida lhe proporcione o dobro de surpresa e lágrimas que escorri...Apenas suplico que você aprenda com seus acertos, um pouco sobre felicidade.
Que, óbviamente...não é nada disso que você sente hoje.
Nunca será.

0 comentários: