segunda-feira, 18 de julho de 2011

Life without ya

"Love Kickstarts Again...."

Passado, presente, futuro.
Tudo num momento só, numa coisa só.
Tudo tão separado, e ao mesmo tempo misturado em mim.
Perdida entre olhar pra trás, pro neutro e pro amanhã, ando com leveza, disfarçando os passos sôfregos.
Interessante eu querer agir feito um polvo. Me desvencilhando da facilidade, querendo abraçar o difícil, digo...Tudo que é difícil, daí ser um polvo, para agarrar tanta coisa.
Pelo canto dos olhos, vendo um pouco atrás...Eu sinto saudades, e sinto uma agulhada no coração ao pensar que posso ter perdido a oportunidade do "To share", uma vida especial.
Um pouco mais adiante, no agora, eu me vejo a esquivar de algo desconhecido, e ao mesmo tempo previsível. Pretendendo evitar lamúrias e dependências desconexas, me mantenho "distante".
Perdida também nesse agora, me pego pensando na possibilidade do "ser feliz", "curtindo".
Mas...Curtindo o quê?
O trabalho exaustivo? A faculdade com DP's? As baladas repletas de momentos efêmeros, onde no dia seguinte resta uma lembrança vaga, e um telefone que nunca toca?
Onde foram parar os valores, o ideal de felicidade? De curtição? Falta simplicidade pra explicar a complexidade do momento imaturo que vivemos.
Talvez no fundo, todos nós fugimos daquilo que mais queremos.
Ou tememos por querer tanto assim.

0 comentários: