segunda-feira, 16 de janeiro de 2012

Seriedade Cômica

Na brincadeira eu sou a primeira a rir do escuro e a primeira a ascender a luz.
Me pergunto até onde irei aceitar o que a vida me propõe de braços abertos, defendendo suas teses, porém sentindo em meu íntimo...de um jeito completamente diferente?
A rocha é racional, é fato. É aquilo que desejo sentir.
Mas ela é dura.
Já a terra...Ah, a terra levanta vôo com o vento, percorre o espaço como num sonho...vai pra onde quer, sem destino, sem regras, sem fato, sem racionalizar.
Nem terra, nem rocha.
Sou algo pior. Sou uma mulher.
Sou uma humana frágil que busca força em palavras que me definam assim.
Ora rocha, ora terra.

0 comentários: