segunda-feira, 21 de julho de 2014

Pessoas Problemas

Certas pessoas tem uma mania de colocar o outro para baixo pra se sentirem melhores, mais fortes.

São pessoas tristes, inseguras e com um tremendo buraco dentro de si. Tentam preencher esse buraco ao abrirem buracos em outros... Outros que aparentem ser fortes, seguros, felizes.
Justificam seus atos com coitadices, com falta de referências em suas vidas, perdas de entes queridos, amadurecimento precoce (será que realmente amadureceram?). Estão habituados a serem o centro das atenções, e quando não o são... Ferem ingenuamente, falam "verdades" e supostamente não se dão conta das caras e bocas, das "ceninhas" que promovem.
O que decorre disso são afastamentos de pessoas próximas (ou que poderiam se aproximar mais) e um circulo de amizades limitadíssimo e algumas vezes ilusório.

Normalmente esse tipo de gente não afeta pessoas fortes, seguras, felizes... Mas o que fazer quando se convive com alguém assim e ela te atinge justamente no seu momento de fraqueza?
Afastar e reduzir ainda mais seu círculo limitado de amizades ou dar-lhe o controle da situação mostrando o quanto suas atitudes imaturas tem o poder de devastar mesmo que temporáriamente a vida de alguém?

Muitas vezes escrevemos porque não podemos falar. E se escrevemos, é porque de alguma forma isso precisa sair sem igualmente devastar.

0 comentários: