quinta-feira, 11 de maio de 2017

Me conforta saber que tento.
Me conforta saber que tentei.
Me conforta saber que não mais tentarei em vão.
Porque os acertos não dependem só de mim. No que dependeram, foram apenas acertos.
No conjunto da obra, houveram sim acertos.
Mas também erros.
Desencontros.
Faltas de tentativa.
Uma balança descompensada. Daquelas modernas, mal calibradas... Não servem pra pesar objetos com alta precisão.
Sentimentos, então.

0 comentários: